Obama mantém vantagem em pesquisa sobre eleição nos EUA

O presidente democrata abriu uma vantagem acima da margem de erro nas pesquisas nacionais.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, manteve vantagem sobre o candidato republicano Mitt Romney em uma nova rodada de pesquisas do instituto Ipsos e da agência de notícias Reuters, divulgada nesta sexta-feira.

No levantamento, o democrata, que tenta a reeleição, tem 47% dos votos, contra 42% de Romney, dois pontos a menos que a rodada anterior, revelada na quarta (26). O republicano manteve o índice.

A queda, no entanto, está dentro da margem de erro, de 3,8 pontos percentuais para mais ou menos entre os possíveis votantes e de 3,5 pontos entre os eleitores registrados.

Na sondagem sobre os atributos dos candidatos, Obama perdeu pontos nas categorias "entende pessoas como eu" (46% para 42%) e "é uma boa pessoa" (47% para 43%), enquanto Romney se manteve estável, exceto no quesito "seria engraçado encontrá-lo em pessoa", em que perdeu três pontos.

O presidente democrata abriu uma vantagem acima da margem de erro nas pesquisas nacionais e nos estudos nos chamados "swing states" (Estados oscilantes, em inglês), onde tradicionalmente não há uma tendência partidária definida.

Mas Romney estabilizou seu índice, após quedas causadas por vídeos feitos durante campanha para investidores qualificando a maioria dos eleitores de Obama de isentos de impostos e beneficiários de programas sociais.

A pesquisa foi divulgada cinco dias antes do primeiro debate na televisão rumo à eleição presidencial, em 6 de novembro. Na próxima quarta-feira (3), Obama e Romney se encontrarão pela primeira vez para debater propostas.

Fonte: UOL