ONG diz que ataque aéreo de Israel matou 15 soldados na Síria

ONG diz que ataque aéreo de Israel matou 15 soldados na Síria

Aviões militares israelenses dispararam mísseis contra três posições do Exército sírio

Pelo menos 15 soldados sírios morreram e dezenas são considerados desaparecidos após o ataque da aviação israelense na madrugada de domingo (5) contra três posições militares ao norte de Damasco, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Pelo menos 15 soldados perderam a vida e não sabemos o destino de dezenas de outros após o ataque israelense. Os três lugares tinham 150 homens, mas não sabemos se todos estavam presentes no momento do ataque", afirmou à AFP Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

Apesar das autoridades sírias ainda não terem divulgado um balanço oficial, o ministério das Relações Exteriores afirmou no domingo em uma carta enviada à ONU que "esta agressão provocou mortos e feridos, além de destruições graves nestas posições e nas regiões civis próximas".

O ministério informou que o ataque aconteceu 1h40 (sábado 19h40 de Brasília), quando aviões militares israelenses dispararam mísseis contra três posições do exército no nordeste de Jamraya, em Maysalun e no aeroporto de Al Dimas.

O ataque aéreo teve como alvos um centro de pesquisas em Jamraya, que Israel já havia atacado em janeiro, e dois objetivos militares (um depósito de armas e uma unidade de defesa antiaérea), disse uma fonte diplomática em Beirute que pediu anonimato.

Fonte: r7