Padre abusa de garota e alega que era pesquisa para romance

Ele disse que estava fazendo uma pesquisa de campo para um livro.

Um professor acusado de abusar de uma garota menor de idade alegou que ele estava realizando pesquisas para um romance.



Brian Gerald Shriner disse aos detetives que ele precisava do abuso para fazer a pesquisa sobre o pecado da "luxúria".

O homem de46 anos, que também é um padre episcopal, disse que só entrou em operação na esperança de encontrar alguém com quem falar sobre seu romance.

Shriner, pai de quatro filhas, foi preso no mês passado em Orlando, Florida.

Ele pensou que estava falando com uma menina de 14 anos em um chata, mas a realidade era que ela conversa com um detetive.

Durante o bate-papo na Internet, ele falou sobre atos sexuais diversos.



Fonte: Daily Mail