Pai sai de carro para organizar trânsito após acidente, e descobre que filho era uma das vítimas

A namorada de Kyle, Kimberley Conna, também de 19 anos, morreu na hora.

Assim que se deparou com um acidente na estrada, em Sidney, na Austrália, Glen Davis pulou do carro para ajudar outros motoristas e a polícia, a organizar o trânsito no local. Só então descobriu que o filho de 19 anos era uma das vítimas do acidente.

Kyle estava no banco do passageiro de um dos carros envolvidos na colisão. O veículo onde ele estava bateu em um poste, partiu em dois pedaços e pegou fogo. Segundo o site ?Daily Telegraph?, da Austrália, a mulher de Glen reconheceu o veículo e correu para avisar que Kyle era uma das vítimas.

A namorada de Kyle, Kimberley Conna, também de 19 anos, morreu na hora. Ela estava grávida de seis meses, e era quem dirigia o veículo. Kyle foi retirado do carro em chamas. Amigos da família disseram que o jovem sofreu ferimentos graves na cabeça, e corre sério risco de morte.

O motorista do outro veículo envolvido no acidente fraturou a mandíbula, e foi levado ao hospital. A polícia ouviu de testemunhas que Kimberley estava dirigindo em alta velocidade, a cerca de 180 km/h.

- Uma colisão com esse tipo de impacto sugere que o veículo estava bem veloz. Mas isso é algo que precisa ser investigado - disse uma porta-voz da polícia.


Pai sai de carro para organizar trânsito após acidente, e descobre que filho era uma das vítimas

Fonte: Extra