Pai salva filha logo após fazer parto de emergência em casa

Em posição pélvica, com os pés aparecendo primeiro no nascimento, a bebê precisou ser reanimada pelo pai



O britânico Andy Greene, 43, correu do trabalho para sua casa após sua mulher, Tammy Whiteley, avisá-lo de que estava entrando em trabalho de parto. Logo depois, enquanto ele monitorava as contrações da mulher, que aconteciam a cada 40 segundos, percebeu que o bebê estava em posição pélvica (quando o que são os pés ou as nádegas que aparecem primeiro).

?Eu estava com o telefone no meu ouvido e tentando escutar o que a enfermeira estava dizendo?, disse em entrevista ao jornal britânico Daily Mail. ?Primeiro, nós pensamos que estávamos vendo sua cabeça. Então olhei e observei que ela estava em posição pélvica. Eu contei para a enfermeira, mas, como eu não tenho bom sinal em casa, a linha caiu?, disse.

Greene, que trabalha com construções, sabia que aquela posição era muito complicada para o parto da filha. O susto veio quando um dos braços da menina ficou preso. "Quando ela nasceu, estava azul", relembra o pai. ?Eu comecei a esfregar as suas costas e acaricia-la e então ela tossiu e começou a berrar?, diz. Evie Summer Marie Greene nasceu nesta terça (21) pesando cerca de 2,7 kg, 20 minutos depois que seu pai chegou do trabalho.

Os novos pais, que contaram não terem ideia de que a filha estivesse a caminho naquele dia, já que Tammy não tinha sentido nada na noite anterior, disseram que estavam desgastados com a situação, mas felizes com a chegada da filha. ?Ela é brilhante. Evie é perfeita em todos os sentidos?, disse Greene.

Fonte: Globo