Pais guardam segredo de filho de 12 anos com câncer terminal para que ele morra feliz

Pais guardam segredo de filho de 12 anos com câncer terminal para que ele morra feliz

Garoto de 12 anos teve um tumor no cérebro e sobreviveu 12 meses após o diagnóstico

O garoto britânico Adam Lewis, 12 anos, foi diagnosticado com um tumor no cérebro após uma biópsia que durou oito horas no ano passado. Mas, assim que os médicos disseram que não havia tratamento para ele, os pais de Adam, Kevin Lewis e Kim Horner, optaram por não contar ao menino sobre a sua doença para que ele passasse os últimos meses feliz.

Segundo o jornal inglês Daily Mail, Adam viveu 12 meses após o diagnóstico depois de passar por tratamentos de radioterapia e quimioterapia. Fã de Batman, ele continuou sorrindo e indo normalmente à escola até o dia da sua morte, em 3 de maio deste ano no Hospital Infantil de Sheffield, na Inglaterra.

No último ano de vida, Adam ainda conseguiu dividir o tempo entre a casa da mãe, em Deckham, e do pai, em Barton. Os dois fizeram tudo o que puderam para alegrar o garoto que fez rapel, andou de helicóptero e reuniu uma grande parte da família para uma trilha.

Arrasada, a irmã de Adam, Cloe, 21 anos, falou em nome da família sobre a decisão de não contar ao garoto sobre seu estado terminal. ?Nós queríamos que ele continuasse a ter uma vida normal, indo à escola e fazendo suas coisas de criança?, disse ela.

Adam sabia que tinha um tumor cerebral e que tinha que se submeter à radioterapia e quimioterapia, disse Cloe. ?E ele foi extremamente corajoso e engraçado o tempo todo. O menino mais corajoso que eu conheci?, contou. Você acha que a família agiu corretamente?


Pais guardam segredo de filho com câncer terminal para que ele morra feliz

Fonte: Crescer