Países voltam a discutir o acordo nuclear

Acordo firmado em maio prevê enriquecer urânio iraniano fora do país

Os ministros de Relações Exteriores do Irã, do Brasil e da Turquia devem se reunir neste domingo em Istambul, na Turquia, para falar sobre o acordo firmado em maio sobre o enriquecimento de urânio iraniano no exterior, anunciou neste sábado (25) a chancelaria iraniana.

O ministro iraniano, Manuchehr Mottaki, se reunirá com o brasileiro Celso Amorim e o turco Ahmet Davutoglu para "falar dos temas relacionados com a Declaração de Teerã sobre o intercâmbio de urânio", disse Ramin Mehmanparast, porta-voz da chancelaria, citado pela agência Isna.

O Irã propôs em 17 de maio às potências trocar 1,200 quilos de seu urânio pouco enriquecido por 120 kg de urânio enriquecido a 20%, destinados a seu reator de pesquisas médicas. Brasil e Turquia mediaram o acordo.

O acordo foi ignorado pelas potências internacionais, que decidiram, no âmbito do Conselho de Segurança da ONU, impor mais sanções ao programa nuclear iraniano. Elas temem que ele tenha como fim a produção de armas, mas Teerã nega.

O Itamaraty confirmou a participação do chanceler Celso Amorim no encontro, mas não antecipou os assuntos que serão tratados.

Fonte: g1, www.g1.com.br