Papa batiza bebês e diz que instituição família está ameaçada

Papa batiza bebês e diz que instituição família está ameaçada

Tradicional batizado de filhos de funcionários ocorreu na Capela Sistina

O papa Bento XVI batizou 21 recém-nascidos com a ajuda de seus prelados neste domingo (9), denunciando durante a cerimônia as "ameaças" que pesam contra a família tradicional e pedindo à Igreja que a promova.

"A colaboração entre a comunidade cristã e a família é ainda mais necessária no atual contexto social, no qual a instituição familiar é ameaçada em todas as frentes e enfrenta dificuldades consideráveis em seu papel de educador da fé", declarou o pontífice.

Os batizados, uma tradição do Vaticano, são organizados na capela Sistina para filhos de funcionários locais.

A cerimônia, na qual foram batizados 13 meninos e 8 meninas com idades entre quatro semanas e quatro meses, celebra o batizado de Cristo e marca o fim das festas religiosas do Natal.

"O desaparecimento de referências culturais estáveis e a rápida transformação da sociedade fazem com que o trabalho da educação se torne muito difícil", estimou Bento XVI.

"Por isso, é necessário que as paróquias apoiem ainda mais as famílias, pequenas paróquias domésticas", concluiu.

Fonte: g1, www.g1.com.br