Papa diz que cristãos indefesos e perseguidos no Iraque são "orgulho" da Igreja

Sois sua força e testemunho de sua mensagem de salvação, amor e perdão",

Os cristãos "indefesos e perseguidos" no Iraque foram lembrados pelo papa Francisco nesta quarta-feira, 3. Ele afirmou que eles são o "orgulho" da Igreja. A afirmação foi feita durante a audiência geral na Praça São Pedro, no Vaticano.


"Indefesos e perseguidos reitero minha proximidade. Estais no coração da Igreja. A Igreja sofre com vós e está orgulhosa de vós. Sois sua força e testemunho de sua mensagem de salvação, amor e perdão", disse o papa ao se referir aos cristãos do norte do Iraque durante sua mensagem aos fiéis de língua árabe.

Francisco concluiu sua lembrança das comunidades cristãs ameaçadas no norte do Iraque dizendo que abraçava todas e pedindo que o "senhor lhes abençoe e proteja sempre".

O pontífice dedicou hoje sua catequese a explicar que "A Igreja é mãe" e que como todas as mães "acompanha seus filhos necessitados, levanta seus filhos caídos e cuida dos doentes (...) e defende os perseguidos e indefesos".

Em outra mensagem, o papa argentino também lembrou que dos 75 anos do início da Segunda Guerra Mundial e perante "a necessidade de paz neste momento", invocou "o dom da paz para todas as nações da Europa e do mundo".

 

Clique aqui e curta a fanpage do portal meionorte.com no facebook

Fonte: Yahoo