Papa Francisco lava e beija pés de jovens detentos em prisão de Roma

Papa Francisco lava e beija pés de jovens detentos em prisão de Roma

Pontífice manteve tradição de quando era arcebispo de Buenos Aires. "Quem está no ponto mais alto deve servir aos outros", afirmou

O Papa Francisco celebrou nesta quinta-feira (28) uma cerimônia de Páscoa inédita em uma prisão de Roma, onde lavou os pés de detentos, incluindo jovens mulheres.

Mantendo a tradição da cerimônia da época em que era arcebispo de Buenos Aires, o Papa argentino celebrou a última ceia de Cristo e seus discípulos com o tradicional lava-pés de pessoas humildes e em dificuldade, em uma cerimônia que não foi transmitida ao vivo pela televisão.

"Quem está no ponto mais alto deve servir aos outros", disse o Papa, que preside pela primeira vez como pontífice os tradicionais ritos da Semana Santa.

"Isso é um símbolo e um gesto: lavar os pés quer dizer que estou a seu serviço", explicou o novo Papa a um grupo de cerca de 50 detentos de várias nacionalidades que participaram da missa.

"Pensem que com esta cerimônia de lava-pés você mostra que está disposto a ajudar os demais. Pensem que é como um carinho de Jesus, porque veio para isso, para nos ajudar", disse o pontífice, que lavou os pés de 12 jovens, entre eles duas meninas, uma católica e uma muçulmana.


Papa Francisco lava pés de jovens detentos em Roma

A cerimônia foi acompanhada por cantos e música de violão e transmitida apenas pela emissora do Vaticano para proteger os detentos.

Os demais ritos da Semana Santa serão realizados segundo a tradição.

O Papa participará também da Via Crucis em torno do Coliseu romano na sexta-feira à noite, que deve ser transmitida ao vivo por diversas redes de televisão de vários países.

Fonte: G1