Para conter assédios, Indonésia inaugura trens só para mulheres

Para conter assédios, Indonésia inaugura trens só para mulheres

Medida pretende resolver problema de assédio sexual na hora do rush

A Indonésia pôs em funcionamento nesta segunda-feira (1º) um novo serviço de trens exclusivamente para mulheres. A medida pretende resolver o problema do assédio sexual na hora do rush, informou a Companhia Nacional de Ferrovias.

Uma das razões do lançamento de serviço exclusivo para mulheres são as várias queixas por causa de toques indesejados que as usuárias recebem quando os vagões estão abarrotados, informou a empresa estatal em comunicado.

A cada dia serão postos à disposição das mulheres oito linhas de ida e volta, que cobrirão a rota entre Jacarta e as localidades da periferia Bogor, Depok, Tangerang e Bekasi, nas quais vivem muitos indonésios que trabalham na capital do país.

Os trens exclusivos para mulheres estarão disponíveis de segunda-feira a sábado e suas rotas compreendem um horário que vai desde as seis da manhã até as seis da tarde.

A Companhia Nacional de Ferrovias inaugurou este novo serviço depois do sucesso que tiveram os vagões só para mulheres que começaram a circular em agosto de 2010, informou Eva Chairunisa, porta-voz da empresa pública.

Eva acrescentou que estas novas linhas exclusivas não prejudicam as regulares já existentes, já que serão mantidas as 531 linhas que até agora conectavam a capital com seus arredores.

Fonte: G1