Paraguai autoriza a extradição de traficante brasileiro

Irineu Domingo Soligo, o Pingo, deve cumprir pena de 41 anos no Brasil

O Ministério Público do Paraguai autorizou a extradição nesta terça-feira (16) do cidadão brasileiro Irineu Domingo Soligo, o Pingo, gaúcho acusado de tráfico de drogas e outros delitos. Ele vai cumprir uma pena de 41 anos de prisão no Brasil.

Soligo, atualmente preso no Paraguai, é um dos traficantes mais procurados na fronteira por envolvimento em tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e outros delitos.

Ele foi preso em julho passado por agentes da polícia na localidade paraguaia de Capitán Bado, no departamento de Amambay, na fronteira com o Mato Grosso do Sul.

O promotor de Assunção, Francisco de Vargas, já autorizou sua extradição, segundo fontes judiciais.

No Brasil, Soligo irá cumprir duas condenações: 15 anos pela Justiça Federal de Passo Fundo e 26 anos pela Justiça Federal de Ponta Porã (MS), ambas por tráfico internacional de drogas.

Pingo é ligado ao Primeiro Comando da Capital (PCC) e a outros grupos procurados na fronteira.

Fonte: R7, www.r7.com