Parque sul africano é acusado de crueldade terrível com elefantes

Parque sul africano é acusado de crueldade terrível com elefantes

Os métodos utilizados para fazer os animais obedecerem aos humanos está sendo condenado

Elefantes, adultos e filhotes, foram feridos com aguilhões elétricos e espancados com varas durante as sessões de treinamento cruéis em um parque sul africano de vida selvagem.

Os métodos utilizados para fazer os animais obedecerem aos humanos está sendo condenado pela Sociedade para a Prevenção da Crueldade contra os Animais (SPCA).

Uma imagem mostra um homem andando sobre a parte de trás de um jovem elefante. A perna traseira do animal está acorrentada no chão, enquanto a sua perna dianteira é amarrada e esticada para a frente. "Os elefantes mostram sinais de ferimentos incapacitantes, com as pernas e os pés inchados severamente, com abscessos e feridas", afirma a inspetora do conselho, Wendy Wilson.

As imagens, captadas de um vídeo, foram feitas nas instalações do parque, onde os animais estavam sendo treinados para safaris. "A crueldade calculada e premeditada desta natureza, que teve lugar nesta unidade, está muito longe da imagem de santuário amoroso que elefantes do Éden/Knysna Elephant Park gostam de retratar", Wendy acrescentou.

A SPCA disse ter denunciado o parque, juntamente com seus diretores e administradores, de crueldade contra os animais. Se o caso for levado ao tribunal e os diretores e gerentes forem condenados, poderão enfrentar penas de até três anos de prisão por cada animal castigado e perder todas as suas propriedades.

O parque disse em um comunicado que os elefantes abusados foram sendo alojados no Éden, em nome de outro proprietário do safari, e estavam sob o controle de sua equipe quando os incidentes ocorreram. Os animais haviam sido espancados por domadores após um de seus membros ser morto por um elefante.

"Uma vez que este abuso foi descoberto pela administração, foram tomadas medidas de emergência imediatas para remover os elefantes de um ambiente inseguro e os trouxemos para Knysna Elephant Park. O pessoal do Éden foi despedido. No Knysna Elephant Park, estes elefantes traumatizados receberam cuidados veterinários especializados e um ambiente seguro para se recuperar", disse o comunicado, acrescentando que as acusações só tinham aparecido agora, como resultado de uma campanha maliciosa feita pelo outro proprietário safari.

Um número crescente de pessoas na África do Sul e em todo o mundo foram feridas ou mortas como resultado da rebelião de elefantes treinados mantidos em cativeiro. "No caso do Éden e do Knysna Elephant Park, há exceções: nestas instalações dois manipuladores de elefantes foram mortos e outros ficaram gravemente feridos ao tentarem usar a força e a dominação com esses animais?.


Parque sul africano é acusado de crueldade terrível com seus elefantes

Parque sul africano é acusado de crueldade terrível com seus elefantes

Parque sul africano é acusado de crueldade terrível com seus elefantes

Parque sul africano é acusado de crueldade terrível com seus elefantes

Fonte: DailyMail