"Corta o coração saber que terminei a prova e que pessoas perderam o pé", afirma brasileira

"Corta o coração saber que terminei a prova e que pessoas perderam o pé", afirma brasileira

Para Valdenise, o momento de maior desespero foi quando tentou encontrar sua mãe no meio da multidão

A maratonista brasileira Valdenise Souza terminou a Maratona de Boston poucos minutos antes das duas explosões que atingiram a cidade americana na tarde desta quarta-feira. Os dois estrondos aconteceram no exato momento em que a atleta recebia a medalha de participação da prova. Ela admitiu, em entrevista, que ficou desesperada no momento das explosões.

?Fico feliz por não ter acontecido nada comigo. Estou machucada e vim (para Boston) porque já tinha pago tudo. Se eu tivesse diminuído um pouco o ritmo a bomba tinha me pego. Me corta o coração saber que terminei a prova e que pessoas perderam o pé?, afirmou a brasileira.

Para Valdenise, o momento de maior desespero foi quando tentou encontrar sua mãe no meio da multidão. ?Minha mãe tinha dito que ia ficar na arquibancada (onde ocorreu as explosões), mas ela não conseguiu ficar lá acabou indo me encontrar onde pegava as medalhas. Ela foi esperta. Assim que encontrei minha mãe ela disse que estava pegando fogo?, contou.

?De repente começou correria, vi gente chorando e muito desespero. Achei que alguém tinha atirado porque as pessoas se escondiam nas entradas dos prédios. Eu chorava porque as pessoas começaram a falar em bomba?, lembrou. ?Mas só tivemos certeza disso no caminho do hotel?.

Já no hotel, a brasileira afirmou que já está mais calma, mas que seu telefone não para de tocar. ?Estou péssima. Não consegui nem tomar banho. Estou desde a hora que cheguei atendendo telefone, mandando mensagem. Minha mãe está mais calma?, disse.

As explosões mataram pelo menos duas pessoas e deixaram mais de 90 feridos. Poucos minutos após as explosões, a polícia dos Estados Unidos começou a reforçar a segurança em Manhattan, em Nova York, e na capital Washington. Veículos e equipes antiterrorismo do Departamento de Polícia de Nova York foram deslocados aos principais pontos turísticos, monumentos e hotéis da cidade.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que as autoridades ainda não têm "todas as respostas" sobre o ocorrido, mas garantiu que os responsáveis pelo incidente na capital do Massachusetts serão descobertos e levados à Justiça.

"Nós ainda não temos todas as respostas, mas sabemos que muitas pessoas se feriram, algumas seriamente", afirmou Obama. "Ainda não sabemos quem fez isso, ou por que, (...) mas vamos descobrir quem fez isso, e vamos julgá-los por sua responsabilidade", prometeu. A Polícia de Boston ainda não forneceu pistas sobre quem poderia estar por trás das duas explosões, tampouco sobre os detalhes do incidente. "Ainda estamos no estágio de investigação", resumiu.



























Fonte: Terra