Passam dos 14 mil os mortos no Japão após desastres naturais

Passam dos 14 mil os mortos no Japão após desastres naturais

Segundo a polícia, 13.804 pessoas permanecem desaparecidas.

O número de mortos pelo terremoto e o posterior tsunami de 11 de março na costa nordeste do Japão superou os 14 mil, segundo os dados divulgados nesta quarta-feira (2) pela polícia japonesa.

O último boletim informa que 14.013 pessoas morreram e outras 13.804 estão desaparecidas após os desastres naturais que atingiram o país.

A Agência Nacional de Polícia japonesa confirmou que mais de 90% das vítimas nas três províncias mais afetadas - Miyagi, Iwate e Fukushima - morreram afogadas pela onda gigante, que invadiu 40 km terra adentro.

A maior percentagem de vítimas fatais pelo tsunami foi registrada na província de Miyagi, a mais afetada pela catástrofe, que gerou a maior crise no Japão desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

De acordo com os últimos dados, morreram em Miyagi 8.505 pessoas, enquanto 7.934 outras seguem desaparecidas. Em Iwate o número de mortos chegou a 4.033, e o o número de desaparecidos está em 3.822 desaparecidos, enquanto em Fukushima o balanço é de 1.412 mortos e 2.044 desaparecidos.



Fonte: g1, www.g1.com.br