Pastor é acusado de fraudar a igreja para financiar carreira pop da mulher

Kong Hee, pastor e fundador da Igreja da Cidade da Colheita

Líderes de uma igreja pentecostal de Cingapura estão sendo julgados em um caso de desvio milionário de verbas para financiar a carreira de uma cantora pop casada com o pastor e fundador do culto, informa a agência AFP.


Pastor é acusado de fraudar igreja para financiar carreira pop da mulher

O fundador da igreja, o pastor Kong Hee, e cinco pessoas ligadas a ele foram indiciados no ano passado por conspirar para fraudar a Igreja Cidade da Colheita (CHC na sigla em inglês) em milhões de dólares. Segundo a denúncia, eles utilizaram US$ 24 milhões de fundos da igreja para financiar a carreira musical de Ho Yeow Sun, a mulher de Kong, e supostamente pegaram outros US$ 26 milhões para cobrir o primeiro desvio.

A produtora Xtron, que geria a carreira de Ho, também é acusada de agir como canal para o desvio de dinheiro. O diretor da empresa Choong Kar Weng é membro da igreja e foi uma das primeiras testemunhas no julgamento.

A CHC é a maior igreja cristã de Cingapura e conta com cerca de 20 mil membros ativos. O julgamento foi iniciado no final de agosto e deve estender por um mês.

Fonte: Terra