Pato sobrevive após ser atacado e ter dardo de 13 cm no pescoço

Um pato sobreviveu depois de os veterinários removerem um dardo de 13 centímetros que havia ficado cravado em seu pescoço

Um pato sobreviveu depois de os veterinários removerem um dardo de 13 centímetros que havia ficado cravado em seu pescoço.

O caso ocorreu na cidade britânica de Lewes.

As autoridades acreditam que valentões foram responsáveis pelo ataque ao animal, que recebeu o apelido de Flapper.

Moradores passaram quase uma hora tentando capturar Flapper no sábado (31), após ele ter sido avistado por um casal.


Pato sobrevive após dardo de 13 cm ficar cravado em seu pescoço

Trevor Weeks, do serviço local de proteção à vida selvagem, disse que o dardo, provavelmente lançado de uma zarabatana, atravessou um músculo no pescoço do pato macho, passando perto de sua espinha.

"Um pouco mais baixo, e o dardo poderia ter paralisado o pato", disse. "Tentamos cinco vezes até pegar o pato, que estava se mexendo normalmente e podia voar, mas claramente não com força total."

Weeks disse que outro pato foi achado em situação semelhante, com um dardo entre suas asas, na sexta-feira (30).

Flapper foi levado à clícina do centro para a remoção do dardo. A ferida foi limpa e tratada. Ele deve se recuperar totalmente.

Fonte: G1