Perfil faz homenagem a menino que não morreu e mãe acredita

Os jovens utilizavam a página para prestarem homenagens póstumas a Javier Quintana, de sete anos, que, na verdade, está vivo.

Dois adolescentes foram denunciados à polícia por criarem um perfil falso no Facebook. Os jovens utilizavam a página para prestarem homenagens póstumas a Javier Quintana, de sete anos, que, na verdade, está vivo. O perfil chegou até os familiares da criança, que ficaram chocados com a notícia.


Perfil faz homenagem a menino que não morreu e mãe acredita

Fotos, vídeos e histórias sobre o pequeno Javier Quintana foram publicados no memorial feito na rede social. Após analisarem o assunto, as autoridades locais descobriram que os dois adolescentes estavam por trás da criação do perfil. Segundo a polícia, a confusão teria começado quando uma menina de 14 anos fez uma piada com um dos adolescentes sobre a "morte" de Javier. O jovem teria levado a história a sério e criado a página. A garota pediu que ele excluísse o perfil, mas a história já havia se espalhado e mensagens de pesar e condolências já inundavam a rede.

Por se tratar de uma ?brincadeira de mau gosto" de jovens menores de idade, a acusação não foi arquivada pela polícia. Confuso com o ocorrido, o pequeno Javier garantiu a amigos e familiares que estava bem. ?Eu estou vivo e estou bem. Eu não sei por que disseram que eu morri, mas me sinto mal por isso?.

Fonte: tech tudo