Pervertido diz ter ejaculado no copo de café de colega de trabalho

O homem de 41 anos foi condenado a 18 meses de prisão

Um pervertido admitiu ter ejaculado no copo de café de uma colega de trabalho e ter esfregado o pênis no telefone dela durante anos.

Douglas Whaley, de 41 anos de idade, filmou si próprio realizando os atos extremamente perturbadores quando não havia ninguém na sala.

De acordo com informações levantadas em um tribunal que tratou do caso, em Ontário, Canadá, o homem fez outros vídeos.

Ele filmou vítimas no banho e chegou a se esconder em uma casa e gravar o momento em que se deu prazer sobre uma peça de roupas da vítima.

O pervertido foi condenado a 18 meses de prisão e proibido de usar uma câmera, gravador de vídeo, smartphone ou computador equipado com uma câmera pelo período de 10 anos.

Em uma declaração, a colega de trabalho, cuja identidade não pode ser divulgada, disse que ingeriu seu sêmen sem seu consentimento ou conhecimento, e que se sentiu violada pelo ato nojento.

Fonte: TheStar