Piloto é preso após "cheirar a álcool" antes de voo nos EUA

Uma testemunha disse que ele "cheirava a álcool". Porém, não está claro se havia passageiros a bordo no momento da abordagem

Um piloto americano, empregado pela American Eagle, foi removido de um avião pela polícia, na manhã deste sábado, depois de ter sido reprovado em um teste do bafômetro. O capitão, que não foi identificado, estava se preparando para o voo 4590, que sairia do aeroporto internacional de Minneapolis, para o aeroporto LaGuardia, em Nova York. De acordo com o porta-voz Patrick Hogan, uma testemunha disse que ele "cheirava a álcool". Porém, não está claro se havia passageiros a bordo no momento da abordagem. As informações são do Gawker.

O jornal The Star-Tribune diz que 53 passageiros estavam na aeronave, mas os relatórios da AP apontam que eles ainda não tinham embarcado no avião. De qualquer forma, o piloto excedeu o limite legal de nível alcoolico para (0,04% de álcool no sangue) e foi preso. Um exame de sangue, realizado num hospital próximo, iria determinar a quantidade exata. A American Eagle é uma afiliada regional da American Airlines.

Fonte: Terra