Polícia canadense diz que pode haver mais mortos em acidente de trem

Ao menos duas pessoas morreram quando vagão descarrilou em Quebéc. Várias pessoas estão desaparecidas.

O fogo continuou queimando mais de 24 horas após o acidente com um trem desgovernado levando petróleo no leste de Quebec, no Canadá, neste domingo (7), matando ao menos duas pessoas. A polícia disse que prevê o aumento no número de mortos.


Polícia canadense diz que pode haver mais mortos em acidente de trem

As erupções fizeram com que moradores de Lac-Megantic convivessem com o calor intenso das enormes bolas de fogo e com o brilho vermelho que iluminou o céu da noite, segundo testemunhas. Chamas e fumaça preta ainda podiam ser vistas muito tempo após o vagão 73 do trem ter descarrilado.

Na cidade onde ocorreu o acidente, 2 mil pessoas - dos 6 mil habitantes - foram forçadas a deixar suas casas. Lac-Megantic fica cerca de 250 km leste de Montreal e 16 km oeste da fronteira do Maine.

Segundo o tenente Michel Brunet, da polícia de Quebec, "muitas" pessoas estariam desaparecidas.

O descarrilamento fez com que vários vagões-tanque explodissem no centro da cidade, uma popular área repleta de bares que muitas vezes agita-se nas noites de fim de semana de verão.

A polícia disse que a primeira explosão rasgou a cidade logo após 1h da manhã - horário local. O incêndio então se espalhou para várias casas.

"Quando você vê o centro de sua cidade quase destruído, você entende que nós estamos nos perguntando como vamos superar este evento," disse o prefeito Colette Roy-Laroche emocionado em uma entrevista coletiva televisionada.

Acredita-se que a causa do acidente foi um vagão desgovernado, disse o operador da ferrovia.

O presidente e CEO da Rail World Inc., empresa-mãe da Montreal, Maine & Atlantic Railway, disse que o trem havia sido estacionado na subida de Lac-Mégantic.

Fonte: G1