Polícia detém 137 suspeitos de traficar órgãos humanos na China

A detenção aconteceu depois de um trabalho conjunto entre autoridades policiais de 18 províncias.

A Polícia chinesa deteve 137 sujeitos de traficar órgãos humanos, informou neste sábado o Ministério da Segurança Pública através da agência oficial Xinhua.

A detenção aconteceu depois de um trabalho conjunto entre autoridades policiais de 18 províncias, que também resgataram 127 doadores de órgãos.

A Polícia informou que os detidos recrutavam ilegalmente os doadores através da internet e obtinham altos lucros depois de pôr em risco a saúde desses provedores de órgãos.

Estatísticas do Ministério da Saúde da China mostram que cerca de 1,5 milhão de chineses necessitam de um transplante, mas que o gigante asiático anualmente só pratica 10 mil, razão pela qual o tráfico de órgãos aumentou.

Um transplante de rim no mercado negro na China, por exemplo, chega a custar a US$ 78 mil.

Fonte: Terra