Polícia diz que mortos achados em "barco fantasma" já eram esqueletos

Corpos dos cinco homens estavam em estado avançado de decomposição.

Um barco de madeira contendo cinco corpos em estado avançado de decomposição encalhou na ilha de Sado, no Japão, na quarta-feira (28). De acordo com a polícia, reportada pelos sites The Chosun Ilbo e The Japan Times, o barco parece ser norte-coreano, e os corpos já eram esqueletos quando foram encontrados.


Polícia diz que mortos achados em

"O barco parecia estar à deriva há muito tempo", disse um porta-voz da polícia.

A polícia e a guarda costeira japonesa estão tentando identificar os corpos, que parecem ser de cinco homens, e descobrir como o barco chegou àquela praia.

O barco foi encontrado sem o motor e com a parte traseira danificada. Letras em coreano são visíveis em um dos lados da embarcação, mas, segundo a polícia, é impossível ler o que está escrito, devido ao estado de decomposição do barco.

Equipamentos de pesca foram encontrados no local, o que deixa em dúvida se os homens tentavam fugir da Coreia do Norte ou se haviam se perdido no mar aberto enquanto pescavam.

Em janeiro deste ano, a guarda costeira encontrou três pessoas à deriva em um pequeno barco na costa japonesa. Os três eram norte-coreanos e disseram que haviam se perdido enquanto pescavam. Eles foram repatriados.

Em setembro de 2011, nove norte-coreanos ? três homens, três mulheres e três crianças ? foram resgatados pela guarda costeira depois de passar cinco dias no mar. Eles foram levados para a Coreia do Sul, onde passaram a viver.

Fonte: R7, www.r7.com