Polícia dos EUA prende acusado de mandar carta com veneno a Obama

Polícia dos EUA prende acusado de mandar carta com veneno a Obama

Everett Dutschke é instrutor de artes marciais e mora no Mississipi. Na terça (23), outro acusado do crime foi solto por falta de provas

Agentes federais dos Estados Unidos prenderam na manhã deste sábado (27) um instrutor de artes marciais acusado de ter enviado cartas contendo uma substância tóxica ao presidente Barack Obama e a outros dois servidores públicos.

Everett Dutschke, de 41 anos, foi preso em sua casa, na cidade de Tupelo, no Mississipi, e não resistiu à prisão, segundo informou o chefe da polícia local à agência Reuters.

Na terça e na quarta, agentes do FBI, da polícia do Capitólio e membros de equipes antiterroristas da Guarda Nacional do Mississipi fizeram buscas tanto na casa de Dutschke quanto em um estúdio de artes marciais que ele administrava.

Na terça, os promotores americanos haviam retirado as acusações contra Paulo Kevin Curtis, um imitador de Elvis também do Mississipi que era suspeito do mesmo crime. Como nenhuma prova foi encontrada em sua casa, na cidade de Corinth, ele foi solto naquele dia.

Fonte: G1