Polícia faz operação e fecha mais uma "fábrica de bebês" no Sul da Nigéria

Em maio deste ano, outra organização criminosa similar foi descoberta pelas autoridades do país

Uma clínica ilegal onde seis adolescentes grávidas teriam seus filhos vendidos, foi descoberta no sul da Nigéria, informou a polícia na última quarta-feira (30).


Mais uma

"Na semana passada, salvamos seis jovens grávidas em uma maternidade ilegal de Port Harcourt", no sul do país, declarou à AFP Joy Elomoko, uma porta-voz da polícia.

"A mais jovem tinha 14 anos", disse Elomoko, acrescentando que "a proprietária da clínica foi detida".

Nos últimos meses, a polícia descobriu várias "fábricas de bebês" na Nigéria.

Em maio deste ano, a polícia do Estado nigeriano de Imo desmantelou destas "fábricas" na cidade de Umuaka, onde dezessete garotas entre 14 e 17 anos eram mantidas prisioneiras e deveriam entregar seus filhos para o tráfico internacional de pessoas.

Os recém-nascidos são vendidos por milhares de dólares pelos traficantes, enquanto as mães recebem cerca de R$ 430 (US$ 200) pelo abandono dos filhos.

Fonte: r7