Polícia investiga se carro com Paul Walker participava de "racha" antes de acidente fatal

Polícia investiga se carro com Paul Walker participava de "racha" antes de acidente fatal

Segundo a polícia local, o Porsche pegou fogo após bater em um poste de luz e em uma árvore

A polícia de Los Angeles investiga a possibilidade de que o carro ocupado pelo ator Paul Walker participava de um "racha" pouco antes do acidente que, neste sábado (30), terminou com a morte do ator, conhecido pela franquia "Velozes e furiosos". A informação foi publicada nesta segunda-feira (2) pelo site TMZ. Walker, que tinha 40 anos e deixa uma filha de 15 anos de idade, estava no banco do carona em um Porsche guiado pelo amigo Roger Rodas, de 38 anos, que também morreu.

De acordo com o TMZ, a avenida em que ocorreu a colisão, em Santa Clarita, no sul da Califórnia, Estados Unidos, tem um histórico de corridas de automóveis. O site diz ainda que os policiais estão à procura de vídeo ou testemunha que poderiam provar a hipóstese de que outro carro teve envolvimento no acidente.

Segundo a polícia local, o Porsche pegou fogo após bater em um poste de luz e em uma árvore, por volta de 15h30 no horário local (21h30 em Brasília). "A velocidade foi um fator no acidente", informou o gabinete do xerife de Los Angeles à CNN.

Um comunicado das autoridades diz que o resgate chegou quando o veículo ainda estava pegando fogo. Após apagarem as chamas, os bombeiros encontraram os corpos dos dois ocupantes, que foram declarados mortos no local.

A autópsia do corpo de Paul Walker foi adiada para o fim desta semana, afirmou no domingo (1º) o TMZ. De acordo com o site, o legista vai precisar dos registros da arcada dentária de Walker e de Roger Rodas para fazer a identificação, visto que os corpos foram completamente carbonizados.

O TMZ divulgou um vídeo do carro em que estavam as vítimas ainda em chamas. O vídeo também está disponível para visualização no YouTube.

Fontes próximas à loja onde o carro era guardado e passava por manutenção, ouvidas pelo TMZ, disseram que o Porsche tinha falha mecânica ? possivelmente um vazamento no fluido de direção.

Evento beneficente

O site da Reach Out Worldwide, entidade do próprio Paul Walker, afirma que o evento do qual o ator participava no sábado era destinado a beneficiar as vítimas do tufão Haiyan, nas Filipinas. Walker criou a entidade em 2010 para ajudar pessoas afetadas por catástrofes naturais. O acidente ocorreu a poucos metros do local do evento.

Fãs fizeram homenagens a Paul Walker, colocando flores e velas no local do acidente fatal.

Trajetória

Paul Walker iniciou a carreira de ator quando ainda era criança, primeiro com um comercial para uma marca de fraldas, aos 2 anos, e depois com participações em programas como "Highway to heaven" ("O homem que veio do céu", no Brasil) e "Touched by an angel" ("Toque de um anjo").

Seus primeiros papéis no cinema foram com personagens coadjuvantes em filmes para adolescentes, mais notavelmente em "Marcação cerrada", de 1999. O ator ganhou fama no papel de Brian O"Conner, um ex-policial envolvido em corridas clandestinas de carros, na série de filmes "Velozes e furiosos".

Walker filmava atualmente a sétima parte de "Velozes e furiosos". A saga automobilística já arrecadou quase US$ 2,4 bilhões nas bilheterias de todo o mundo.

Paul também atuou no filme "Hours", uma produção independente prevista para ser lançada em 13 de dezembro, nos Estados Unidos. O filme conta a história de um pai que luta para manter o filho recém-nascido vivo, no rescaldo do furacão Katrina, em Nova Orleans.

Fonte: G1