Polícia prende 38 homens que buscavam sexo com menores

Para atrair os pedófilos, detetives da ICAC colocaram anúncios em lugares populares de internet

Trinta e oito homens foram detidos após viajarem para o condado de Polk, na Flórida, atraídos por avisos falsos na internet, nos quais a polícia se fez passar por menores de idade ou seus pais. "Vocês veem eles como gente, nós vemos monstros", resumiu o delegado Grady Judd, que apresentou nesta segunda-feira os resultados da operação, a nona deste tipo que realiza a Força Conjunta contra Crimes Sexuais contra Menores da Flórida Central (ICAC, na sigla em inglês).

A operação, que durou dez dias e contou com a participação de 14 agências policiais (locais, estaduais e federais), foi encerrada neste domingo. Todos os detidos foram acusados de viajar para Polk com a intenção de manter relações sexuais com menores de idade.

Para atrair os pedófilos, detetives da ICAC colocaram anúncios em lugares populares de internet, como a Craiglist, nos quais se passaram por menores de idade ou pelos responsáveis pelas crianças. Além disso, aceitaram solicitações para ter relações sexuais com os homens, que enviaram fotos deles mesmos pelados e escreveram mensagens obscenas.

Atraídos pela possibilidade de uma noite de sexo com os menores, 38 indivíduos foram até uma residência em Polk, onde foram detidos. O imóvel, localizado na cidade de Haines City, na realidade era a base operacional onde os agentes mantinham conversas através de computadores portáteis com os suspeitos, enquanto podiam através de um monitor vigiar o exterior da casa.

Entre os detidos se encontram professores, estudantes, desempregados e inclusive homens com antecedentes de agressões sexuais. A aliciamento de menores por meio da internet se tornou um grande problema na Flórida, de acordo Departamento de Polícia local, que no ano passado prendeu mais de 1.200 pessoas suspeitas de terem praticado este delito.

Fonte: Terra