Policiais argentinos são detidos após vídeo de tortura de presos

Policiais argentinos são detidos após vídeo de tortura de presos

Nas imagens, dois homens algemados quase nus em um pátio são torturados

Cinco policiais foram detidos nesta quinta-feira (19) na província de Salta, no norte da Argentina, após a divulgação de um vídeo no qual torturam dois presos em uma delegacia da cidade de General Güemes.

O vídeo, exibido nos sites dos principais jornais do país, revoltou a opinião pública argentina.

O ministro da Segurança, Eduardo Sylvester, informou em entrevista coletiva na cidade de Salta (1.600 km ao norte de Buenos Aires) que "após uma rápida investigação" as autoridades denunciaram ao juiz Pablo Farah "a existência de um crime cometido pelo pessoal da polícia".

Depois da denúncia, o juiz ordenou a prisão dos cinco policiais, que pertencem à Divisão de Drogas Perigosas de General Güemes.

O vídeo - disponível nos sites dos jornais Clarín e La Nación - mostra dois homens algemados quase nus em um pátio sendo torturados pelos policiais.

Um dos homens, de joelhos, recebe baldes de água contra a cabeça, enquanto o outro e sufocado por uma bolsa plástica durante um interrogatório, até caírem no chão por falta de ar.

Fonte: G1