Polícia: Paris Jackson quis chamar atenção com tentativa de suicídio

Paris Jackson estava consciente quando a ambulância chegou à sua casa



De acordo com a polícia de Los Angeles, o caso de Paris Jackson foi classificado como uma tentativa de suicídio, mas, na realidade, ela não queria se matar. Segundo informações do site TMZ, a filha de Michael Jackson queria apenas chamar a atenção, quando se cortou com uma faca na última quarta-feira (5).

As suspeitas de tal fato começaram a ser especuladas após duas constatações: primeiro, Paris ligou para uma central de ajuda à pessoas que tentam suicídio antes de se cortar e depois ela tomou doses de Motrin, um antiinflamatório pós-cirurgico, que não causaria muito problemas.

"Quem que quer se matar toma Motrin? Ela ligou para a central de ajuda porque queria chamar atenção e para ter certeza de que os médicos chegariam a tempo de socorrê-la e levá-la ao hospital", disse uma fonte policial do TMZ.

Ainda de acordo com o site, Paris Jackson estava consciente quando a ambulância chegou à sua casa e não ofereceu resistência ao ser atendida pelos médicos e colocada na maca para ser encaminhada ao hospital.

Fonte: O Fuxico