Policial tem 200 fragmentos de bala no crânio

Policial britânico foi atingido quando patrulhava em Newcastle.

Imagens de raio X divulgadas pela polícia mostram mais de 200 fragmentos de balas na cabeça do policial David Rathband, de 37 anos, que ficou cego após ter sido atingido a queima-roupa quando estava dentro de um carro da polícia. Os médicos disseram que a maior parte do metal vai ficar na cabeça dele para o resto da vida. "Os médicos não entendem como eu não morri", disse ele à imprensa britânica.



Ele disse que talvez tenha um crânio mais resistente devido a um trauma que sofreu quando tinha 12 anos. O autor do disparo era Raoul Moat, que atirou na ex-namorada e matou o amante dela, e depois acabou se suicidando. Rathband disse que vai criar uma instituição para ajudar policiais feridos em trabalho.

Fonte: g1, www.g1.com.br