Professor aposentado é preso após confessar ter estuprado alunas

Professor aposentado é preso após confessar ter estuprado alunas

Homem procurou polícia porque achou que crimes já havia prescrito.

Um professor aposentado foi preso no estado do Missouri, nos Estados Unidos, após procurar a polícia e confessar ter estuprado duas estudantes nas décadas de 1970 e 1990.

Segundo a polícia, o homem aparentemente imaginava que os crimes já haviam prescrito. Ele irá responder por estupro e sodomia estatutária. Foi determinada uma fiança de US$ 300 mil.

Donald Ingerson, de 67 anos, vivia atualmente em Minnesotta. Em junho, ele ligou para a polícia St. Louis, Missouri, e contou ter estuprado duas meninas nas décadas de 1970 e 1990. Nesta semana, ele se encontrou com a promotoria local, confessou os crimes e foi preso.

Segundo o promotor Bob McCulloch, Ingerson trabalhou em cerca de seis distritos no Missouri como professor entre 1960 e a década de 1990. Ele contou que o preso confessou apenas os dois crimes, mas as autoridades suspeitam que possa haver mais vítimas.

Os nomes dos distritos onde o professor trabalhou não foram divulgados, para preservar a identidade das vítimas. Segundo o promotor, os crimes nunca haviam sido reportados. Uma das vítimas tinha 15 anos na época do estupro, e a outra 16. As duas já foram informadas sobre a prisão do professor.

?Mesmo depois de todo esse tempo, elas pareceram aliviadas?, afirmou.

O professor aposentado não tinha passagem pela polícia. Não foram encontrados indícios de que o homem tenha cometido outros crimes em Minnesota, onde Ingerson vive desde a década de 1990.

Fonte: G1