Professor mata filho de 15 anos após confundi-lo com ladrão

O filho usava uma máscara de esqui, que cobria completamente seu rosto.

Um homem matou o próprio filho, de 15 anos de idade, por confundi-lo com um ladrão, em Nova Fairfield (Connecticut), na região de Nova York, nos Estados Unidos. As informações são da Agência AP.

Por volta da 1h no horário local (2h no horário de Brasília), nesta quinta-feira, Jeffrey Giuliano, professor de adolescentes, recebeu um telefonema de uma mulher da casa vizinha, a respeito de um garoto mascarado que rondava as residências. Sem desconfiar de que se tratava do seu próprio filho, ele perseguiu o suspeito.

O filho usava uma máscara de esqui, que cobria completamente seu rosto. Ao notar que ele tinha uma arma na mão, o pai disse ter atirado "em legítima defesa".

Quando a polícia chegou ao local, o pai e a vizinha estavam sentados ao lado do corpo do adolescente, já morto, ainda sem desconfiar de quem se tratava. O cadáver foi identificado como sendo de Tyler Giuliano, filho de Jeffrey.

"É uma tragédia muito grande", comentou o oficial de polícia J. Paul Vance, responsável pelo caso. O corpo passará por uma autópsia e o pai será indiciado.

Fonte: Terra