Professor universitário é pisoteado até a morte por rebanho de vacas

Professor universitário é pisoteado até a morte por rebanho de vacas

O homem de 66 anos passeava com seus cachorros por um atalho que passa por dentro de uma fazenda.

Um respeitado professor universitário, Michael Porter, de 66 anos, foi atingido por cerca de 30 vacas enquanto passava pelo campo de um fazendeiro em Turleigh, na Inglaterra, passeando com seus cães. Ele estava acompanhado do irmão e da mulher. Era o aniversário de 31 anos de seu filho Nick e o homem morreu no local.

Seu irmão, John, de 72 anos, tentou ajudá-lo e teve um pulmão perfurado e costelas quebradas após o incidente ocorrido na segunda-feira (13). A esposa de Porter testemunhou o ocorrido, mas escapou ilesa. As informações são do tabloide Daily Mail.

Surpreendentemente, este é o quarto ataque de vacas na região nos últimos cinco anos.

Porter, recém aposentado do Centro de Ciências da Saúde da População da Universidade de Edimburgo, sofreu ferimentos no peito. Duas ambulâncias aéreas e um veículo foram enviados ao local, onde a vítima foi declarada morta. Em seguida, seu irmão John foi levado ao hospital Frenchay.

O campo por onde os homens passavam é um atalho bastante usado por pedestres, que liga a aldeia de Turleigh a outros pontos da cidade.

As vacas foram removidas do local e levadas para um campo próximo.

Moradores dizem que os animais pertencem ao fazendeiro Brian Godwin, porém não se sabe se ele é dono da fazenda ou apenas aluga o espaço. A residência de Godwin fica a dois quilômetros do local do incidente, em Winsley Hill, Bath.

Uma mulher encontrada na casa da fazenda na terça-feira (14) disse que ninguém quis comentar o caso.

Fonte: R7, www.r7.com