Pulseira envenenada faz mulher inglesa perder emprego e casa

Pulseira envenenada faz mulher inglesa perder emprego e casa

Em julho de 2010, ela se separou do namorado e começou a ter alucinações

Em dois anos, Jo Wollacott, de 40 anos, sofreu crises de urticária, perdeu namorado, emprego e sua casa. A grande culpada desta maré de azar seria uma pulseira que a inglesa comprou na internet por menos de R$ 3. O objeto teria uma toxina conhecida como abrina, proibida em vários países. A ingestão de três microgramas da substância, por exemplo, pode matar um homem.

- Eu tive um abcesso muito grande na minha boca, três semanas após ter comprado a pulseira. Em seguida, sofri uma urticária em todo meu corpo. Minha vida mudou completamente - disse a mulher

Em julho de 2010, ela se separou do namorado e começou a ter alucinações. Pouco meses depois, ela perdeu o emprego. Wollacott ficou endividado e foi forçada a vender sua casa.

- Eu estava no hospital por alguns dias com alucinações. Eu não sabia o que estava acontecendo. Os médicos não sabiam o que estava acontecendo comigo.

Há seis meses, a pulseira começou a se desfazer e a inglesa viu sua vida mudar, mas, desta vez, para melhor.

- Minha saúde melhorou. Não sinto mais dor. Comprei até um carro novo - disse ela que depois procurou ps médicos, que examinaram a pulseira e encontraram a toxina.


Pulseira envenenada faz mulher perder o emprego e casa

Fonte: Extra