Rádio é atingida por bomba na Colômbia

Rádio é atingida por bomba na Colômbia

Explosão atingiu dezenas de edifícios, inclusive a sede da rádio Caracol

A explosão de um carro-bomba atingiu nesta quinta-feira (12) uma região no norte da capital colombiana, Bogotá, causando ferimentos em pelo menos quatro pessoas e danos em dezenas de edifícios, informou a polícia, que não registrou mortes no incidente.

A explosão afetou dezenas de escritórios particulares, inclusive a sede da estação de rádio Caracol, e obrigou a saída de pessoas dos edifícios. O presidente Juan Manuel Santos, que tomou posse há cinco dias, disse que foi "um ato terrorista". "Não vamos nos assustar ou intimidar. Não vamos cair nesta armadilha. Combateremos o terrorismo com tudo o que temos", disse Santos.

"Até o momento as pesquisas que fizeram a equipe antibomba (indicam que) se trata de um veículo que foi explodido, estamos olhando as características, estamos verificando toda a identificação dele e o que sobraram dos restos", disse o comandante da polícia metropolitana de Bogotá, general César Augusto Pinzón.

As autoridades militares e a polícia não responsabilizaram de imediato nenhum grupo armado pela explosão do carro-bomba e nem especificaram o possível objetivo do ataque. O impacto da explosão destruiu vidros e janelas, que caíram na rua da parte alta dos edifícios, enquanto autoridades isolavam o local.

A Colômbia vive um conflito interno de mais de quatro décadas e meia, no qual a guerrilha esquerdista e grupos formados por antigos paramilitares de ultradireita enfrentam as Forças Armadas do Estado.

"Foi um momento muito assustador, de muita confusão. O impacto foi forte", disse a jornalista da Rádio Caracol Martha Patricia Castellanos, que se encontrava na redação da emissora no momento da explosão.

Fonte: g1, www.g1.com.br