Rapaz negro adotado por brancos é agredido após ser confundido com ladrão nos Estados Unidos

Policiais da Carolina do Norte lançaram gás de pimenta em rapaz de 18 anos. Agentes insinuaram que ele não era da família, já que não estava em fotos.

Policiais da Carolina do Norte confundem adolescente negro com um ladrão e o atingem com gás de pimenta, após se recusar a obedecer as ordens dos agentes. Ele estava no momento na residência dos pais adotivos, que eram brancos. O caso aconteceu na segunda-feira, 6, em Raleigh, de acordo com o Associated Press.

As autoridades locais informaram que agiram desta forma contra DeShawn Currie, de 18 anos, porque ele teria insultado, ameaçado e não seguido as instruções dos policiais.

Em entrevista a um canal de televisão local, Currie disse que ficou enfurecido ao ver os policiais em sua casa, sugerindo que ele não aparecia nas fotos familiares. “Me pediram para colocar a mão na porta. Perguntei o motivo e eles me questionaram o porquê dos meus pais estarem em um cômodo diferente do que eu estava".

Os pais adotivos de Currie, Ricky e Stacy Tyler, afirmaram que o menino está com o casal há um ano. A família, que tem três filhos menores de idade e Currie, mudou-se para a nova casa em julho e ainda não conhece todos os vizinhos.

A polícia local informou que a região tem registrado uma série de crimes nos últimos dias –  o que teria motivado a ação – mas não especificou quais os tipos de ocorrências.

Um porta-voz da polícia não soube responder sobre as instruções dadas pelos policiais ao jovem, o que teria enfurecido Currie. O representante não disse ainda quantos oficiais entraram na casa, quanto tempo de serviço eles tinham, ou ainda, a qual grupo étnico eles pertenciam.

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

Fonte: G1