Revólver que pertenceu a Al Capone é vendido por R$ 173 mil

Fabricada em 1929, arma teria sido usada somente pelo gângster

Um revólver Colt 38 Police Positive que pertenceu ao gângster americano Al Capone foi vendido por 67.250 libras (US$ 109.080 ou R$ 173 mil) em um leilão da casa Christie"s nesta quarta-feira (22) em Londres.

O comprador, anônimo, fez o lance pela internet.

O revólver foi leiloado junto com outros 209 lotes de armas, armaduras, material militar e livros sobre temas bélicos datados entre os séculos X e XX, com valores estimados entre 340 e 97 mil euros.

Alphonse Gabriel "Al" Capone (1899-1947) foi um dos gângsteres mais famosos dos Estados Unidos e foi imortalizado em numerosos livros, artigos e filmes.

O revólver de Capone, propriedade de um colecionador particular, tem gravada uma inscrição indicando sua fabricação em 1929, data significativa na vida do gângster; nesse ano aconteceu o "Massacre do Dia de São Valentim", marcado pelo assassinato de 7 membros de uma gangue rival ordenado pelo criminoso.

A arma foi vendida junto com uma carta pessoal escrita por Madeleine Capone Morichetti, viúva do irmão do gângster, Ralph Capone, na qual confirma que a pistola "pertenceu a Al Capone e foi utilizada apenas por ele enquanto esteve vivo".



Capone foi considerado inimigo público e herói ao mesmo tempo, uma vez que muitos viam nele uma espécie de Robin Hood moderno, graças aos projetos beneficentes aos quais dedicava parte do dinheiro de suas atividades ilícitas.

Fonte: G1