Câncer e pneumonia matam Robin Gibb, do grupo Bee Gees

Câncer e pneumonia matam Robin Gibb, do grupo Bee Gees

Cantor sofria de câncer no fígado e havia contraído uma pneumonia.

Robin Gibb, que junto com os irmãos Barry e Maurice formaram o Bee Gees, um dos grupos de maior sucesso da era disco, morreu neste domingo (20), aos 62 anos, após uma longa batalha contra o câncer, informou o site oficial da banda.

Gibb sofria de câncer no fígado e cólon e havia contraído uma pneumonia. A doença foi diagnosticada há cerca de dois anos e ele havia sido hospitalizado diversas vezes neste período.

"A família de Robin Gibb, do Bee Gees, anuncia com grande tristeza que Robin faleceu hoje após sua longa batalha contra o câncer e uma cirurgia no intestino. A família pede que a privacidade seja respeitada neste momento difícil", diz a nota divulgada por um porta-voz do grupo, divulgada pelo site TMZ.

O grupo Bee Gees fez sucesso nos anos 1960 e 1970 com canções como "Staying alive". Gibb entrou para o Hall da Fama de compositores em 1994 e a banda passou a incluir o Hall da Fama do Rock três anos mais tarde.

Fonte: G1