Romance na web: namoro termina e homem ataca rosto da ex com facada

Mary conheceu Wade Ridley o site de relacionamento, mas quando ela pôs um fim a paquera, após oito dias, o seu pretendente a esfaqueou dez vezes

Mary Kay Beckman, 50 anos, foi esfaqueada no rosto após terminar um relacionamento com Wade Ridley, que ela conheceu por meio de site de relacionamentos.


Romance na web: namoro termina e homem ataca rosto da ex com facada

A americana está pedindo uma indenização de US$ 10 milhões (cerca de R$ 20,3 milhões) de o site de encontros Match.com, por não alertá-la dos riscos dos riscos de conhecer pessoas pela internet.

Mary conheceu Wade Ridley o site de relacionamento, mas quando ela pôs um fim a paquera, após oito dias, o seu pretendente a esfaqueou dez vezes e pisou na sua cabeça.

Segundo o tabloide inglês Daily Mail, Mary conheceu Wade em setembro de 2010, eles conversaram por dois meses até decidirem se encontrar. A mulher, mãe de dois filhos contou que percebeu no primeiro encontro que ele não era bom para ela.

Mary decidiu terminar o relacionamento, o que fez Wade reagir de forma violenta. ?Ele arrombou a minha garagem?, disse a vítima. Ele a esfaqueou dez vezes usando uma faca de açougueiro e, quando a faca quebrou ele pisou na cabeça dela.


Romance na web: namoro termina e homem ataca rosto da ex com facada

? Quando a polícia chegou para prendê-lo ele disse que não estava lá para me machucar. Ele queria me matar, essa era a intensão dele.

A vítima ficou hospitalizada por meses devido ao ataque. Ela teve que fazer três cirurgias para reparar a sua mandíbula quebrada e evitar que perdesse a visão.

Menos de um mês depois de atacar Mary, Wade Ridley conheceu outra pessoa por meio do site de encontros e a atacou da mesma forma, esfaqueando-a até a morte.

Além dos dez milhões em indenização Mary Beckman quer que o site Match.com coloque alertas que indiquem os ricos de conhecer pessoas pela internet, parecidos om os que já existem nos maços de cigarros, nas bebidas alcoólicas.

?Eles não dizem que um em cinco encontros terminam em assassinatos?, alerta a mulher.

Fonte: r7