Sacerdote mostra pornografia por engano em reunião com pais

O sacerdote declarou que não tem conhecimento das ofensivas imagens

A Igreja Católica da Irlanda confirmou nesta segunda-feira que investiga um sacerdote que, por engano, mostrou imagens pornográficas quando conversava com um grupo de pais em um colégio primário de Pomeroy (Irlanda do Norte).

Em comunicado, o primaz irlandês, cardeal Séan Brady, informou que o sacerdote Martin Mcveigh "mostrou, sem se dar conta, imagens inapropriadas" no início de uma "apresentação de Power Point, o que causou inquietação entre os presentes".

"O sacerdote declarou que não tem conhecimento das ofensivas imagens. A arquidiocese entrou em contato imediatamente com a PSNI (Polícia da Irlanda do Norte) que de acordo com as provas disponíveis disse que não havia delito algum", afirmou Brady.

A máxima autoridade católica na Irlanda acrescentou que Mcveigh "coopera com uma investigação sobre este assunto, realizada pela arquidiocese".

Segundo um comunicado redigido pelos pais dos alunos, o fato aconteceu no dia 26 de março na Saint Mary""s School durante uma reunião na qual o religioso conversaria sobre a Primeira Comunhão, e pelo menos um menor estava presente.

A nota explica que imagens de homens apareceram na tela depois que Mcveigh introduziu um cartão de memória em seu computador portátil.

"Agitado e nervoso", continua o texto, o sacerdote extraiu o cartão rapidamente e abandonou a sala sem oferecer "explicação alguma ou desculpas".

A reunião com "um coordenador e professores" continuou em sua ausência, mas os "pais que viram as imagens estavam horrorizados e distraídos".

Mcveigh retornou "20 minutos depois" e retomou sua apresentação, que concluiu com a advertência aos pais de que "as crianças recebem dinheiro demais por sua Primeira Comunhão e deveriam considerar dar uma parte à Igreja".

Fonte: Terra