Saudita nega viajar com mulheres sozinha e é expulso de avião

Saudita nega viajar com mulheres sozinha e é expulso de avião

O voo iria da cidade de Jidá em direção a Dammam.

Um passageiro foi expulso de um avião na Arábia Saudita após causar um atraso de duas horas no voo ao se negar a permanecer na aeronave com mulheres que viajavam desacompanhadas, informou nesta terça-feira o jornal local Okaz.

O voo iria da cidade de Jidá em direção a Dammam. O passageiro, de nacionalidade saudita, exigiu que todas as mulheres que não estavam acompanhadas por um homem de suas famílias descessem do avião. Outros passageiros discutiram com ele em função do atraso até que o piloto solicitou ajuda dos seguranças do aeroporto, que o retiraram da aeronave.

Na Arábia Saudita, onde se aplica uma interpretação rígida da "sharia" (lei islâmica), existe a segregação entre sexos em espaços públicos e não é permitido que as mulheres conduzam automóveis ou realizem trabalhos como cabeleireiras e massagistas. Além disso, as sauditas não podem viajar sem um tutor ou um "mehrem" (homem de sua família), entre outras restrições.

Fonte: Terra