Sem-teto é mordido várias vezes por leão em montanha do sul da Califórnia

O homem está na faixa dos 50 anos e não foi identificado

Um sem-teto foi mordido e arranhado várias vezes por um leão da montanha num acampamento no sul da Califórnia, mas deve sobreviver, afirmaram guardas caça locais.

O homem está na faixa dos 50 anos e não foi identificado, estava acampando na noite de sábado nas proximidades da rodovia estadual 75, a oeste de Perris, quando foi atacado, informou o tenente Patrick Foy, do Departamento de Caça e Pesca da Califórnia.

Foy disse ao jornal The Press-Entrepirse que o homem não sabia o que o atacou, mas que as perfurações, marcas de mordida e cortes em seu corpo indicam que ele foi atacado por um grande felino. "Temos 99% de certeza de que foi um leão", disse Foy. "A conclusão é baseada apenas nos ferimentos e na extensão das lesões", disse ele.

O homem se recuperava no hospital após ter passado por uma cirurgia de emergência. "Ele tem sorte por estar vivo", afirmou Foy.

O ataque fez com que os guarda caças espalhassem armadilhas pela área. Segundo Foy, os leões da montanha costumam voltar ao local onde mataram uma presa entre 24 e 48 horas depois, para continuar se alimentando. Ataques de leões da montanha contra humanos não são comuns. Desde 1986, ocorreram 15 ataques confirmados desses animais no Estado, dos quais três foram fatais, segundo registros do Departamento de Caça e Pesca da Califórnia. Fonte: Associated Press.

Fonte: EM