Sem-teto ganham ternos para enfrentar entrevista de emprego

Sem-teto ganham ternos para enfrentar entrevista de emprego

Projeto na Grã-Bretanha arrecada mais de mil peças de roupa para ajudar moradores de rua.

Uma campanha britânica está distribuindo ternos e roupas sociais para moradores de rua que estão procurando trabalho.

O projeto, chamado A Suit for Success (Um Terno para o Sucesso), foi organizado por uma alfaiataria britânica e três ONGs.

Em sete semanas, ele arrecadou cerca de 750 ternos e 250 acessórios ou outras peças de roupas (principalmente camisas, sapatos e gravatas).

Segundo os organizadores da campanha, as roupas sociais ajudam os candidatos a causarem boa impressão e a terem mais auto-confiança durante a entrevista.

Um estudo realizado em 2005 com moradores de rua britânicos concluiu que a maior parte dos sem-teto - 77% dos entrevistados na época - gostaria de encontrar trabalho.

Desemprego em alta

A falta de roupas adequadas para passar pelo processo de entrevista é um dos problemas enfrentados por essas populações, mas não o único.

Segundo pesquisadores, logo ao começar a trabalhar, os sem-teto ganham muito pouco e ao mesmo tempo têm de "investir" em uma certa infra-estrutura para garantir sua migração das margens da sociedade para o mercado de trabalho - como roupas para trabalhar e um alojamento decente para dormir e tomar banho.

Além disso, perdem muitos dos benefícios sociais que recebiam do governo - o que desincentiva os que querem deixar as ruas.

A tarefa de encontrar trabalho se tornou ainda mais complicada depois de 2008, quando a crise financeira global fez o desemprego na Grã-Bretanha subir de 5% para mais de 8% - um aumento de 1 milhão no número absoluto de desempregados.

A campanha foi organizada pela alfaiataria A Suit that Fits e pelas ONGs Amber, Emmaus e Broadway. Entre os doadores, estão jogadores de futebol, o ex-empresário de fórmula 1 e comentarista esportivo Eddie Jordan e o Royal Bank of Scotland.

Fonte: G1