'Serei presidente para todos os americanos', diz Trump após vitória

Trump conquistou vitórias em estados-chave para a definição

"Serei presidente para todos os americanos", disse Donald Trump em seu discurso de vitória na manhã desta quarta-feira (9). "Trabalhando juntos, vamos começar a tarefa urgente de reunir nossa nação”, afirmou “É isso que quero fazer agora por nosso país”, acrescentou. Trump falou no Hotel Hilton em Nova York minutos após ser declarado eleito.

Contrariando pesquisas e previsões, ele derrotou Hillary Clinton e teve sua vitória projetada pela Associated Press às 5h32 (hora de Brasília) desta quarta-feira (9). Quando entraram os delegados do estado de Wisconsin, ele alcançou 276 delegados, ultrapassando o limite de 270 necessários para ser o vencedor no Colégio Eleitoral.

Trump disse que recebeu um telefonema de Hillary, que admitiu a derrota e o parabenizou pela vitória. "Acabo de receber uma ligação da secretária Clinton. Ela nos congratulou pela nossa vitória e eu congratulei ela e sua família por uma campanha muito dura. Ela lutou muito. Nós devemos a ela uma dívida de gratidão por seu serviço ao país", afirmou.

Já antes de sair a projeção da vitória de Trump, o chefe da campanha de Hillary, John Podesta, disse que ela não falará durante a noite. Ele pediu que os simpatizantes da candidata voltassem para casa.

Em seu discurso, o bilionário reforçou que pedirá união a todos os democratas e republicanos e que trabalhará pelos americanos "esquecidos". "Os homens e mulheres esquecidos não serão mais esquecidos", disse.

Falou que irá reconstruir a infraestrutura do país. "Vamos colocar milhões para trabalhar enquanto reconstruimos", disse. "Vamos dobrar nosso crescimento e ter a economia mais forte do mundo".

Sobre a relação com outros países, afirmou que os EUA vão se relacionar com os países que estiverem dispostos a se relacionar com eles.

Trump classificou sua campanha como "um incrível e maravilhoso movimento, feito de milhões de homens e mulheres que amam seu país e querem um futuro melhor". Ele agradeceu a seus pais, irmãos, mulher e seus cinco filhos. Também agradeceu ao ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani; ao republicano Ben Carson, que abandonou a campanha presidencial; o serviço secreto dos EUA e as forças de segurança de Nova York.

Vitória
Durante a noite, enquanto a apuração avançava, Trump conquistou vitórias surpreendentes sobre Hillary em estados-chave para a definição, abrindo o caminho para a Casa Branca e abalando os mercados globais que contavam com uma vitória da democrata.

A maré começou a virar a favor de Trump após as vitórias na Flórida, Carolina do Norte, Ohio e Iowa. Ele ainda se tornou o primeiro candidato de seu partido a ganhar na Pensilvânia desde que George H. W. Bush o fez em 1988. Quando sua vitória foi declarada, a apuração dos votos ainda continuava em cinco estados, segundo apuração da AP.

A democrata Hillary, de 69 anos, e o republicano Trump, de 70, protagonizaram uma disputada e agressiva campanha de quase dois anos, marcada por ofensas e ataques pessoais.

Image title

Image title


Fonte: Com informações do G1