Síndrome de Lobisomem: menina indiana nasce coberta de pelos

Síndrome de Lobisomem: menina indiana nasce coberta de pelos

Os pais ficaram bastante aflitos assim que perceberam que o bebê tinha pelos demais no corpo.

Ainda não tem nome a garotinha que nasceu há 22 dias em Madhavnagar, na Índia. Os pais ficaram bastante aflitos assim que perceberam que o bebê tinha pelos demais no corpo.

Após exames, foi comprovado que a menina é portadora de uma condição extremamente rara, denominada hipertricose. Popularmente chamada de Síndorme de Lobisomem, a doença é caracterizada pelo crescimento de pelos em excesso no corpo, o que faz com que pessoas fiquem com aspecto de primatas.


Com Síndrome de Lobisomem, menina indiana nasce coberta de pelos

Em entrevista a um jornal local, Savita Sambhaji Raut, de 26 anos, mãe do bebê, confessou que a doença da garota a perturba. "Mas estou muito feliz que ela esteja viva. Preciso aceitar sua condição, amá-la desta forma e seguir a vida", disse.

A hipertricose é causada por uma mutação genética e, na maioria das vezes, hereditária. O tratamento mais eficaz, apesar de muito caro, para a doença é a depilação a laser.


Com Síndrome de Lobisomem, menina indiana nasce coberta de pelos

Fonte: globorural