Síria entrega dados sobre armas químicas para serem fiscalizados

Síria entrega dados sobre armas químicas para serem fiscalizados

O porta voz da OPAQ afirmou que o material

A Síria enviou nesta sexta-feira (20) uma "declaração inicial" sobre suas armas químicas e programas de pesquisa na area para a OPAQ (Organização para a Proibição de Armas Químicas, na sigla português), sediada em Haia, na Holanda.

O porta voz da OPAQ afirmou que o material "está sendo analisado", e que ainda não serão divulgados detalhes sobre o arsenal. Um diplomata da ONU ouvido por agências internacionais afirmou que "o material é vasto e está sendo traduzido. Mas esperamos mais".

A organização - que monitora o uso de armas químicas no mundo - já manifestou publicamente sua pressa em destruir as armas químicas sírias e as instalações que as fabricam.

No entanto, os esforços diplomáticos para agilizar o processo não têm surtido efeito. Um encontro marcado para domingo (22), no qual o conselho executivo da OPAQ ? composto por representantes de 41 países ? discutiria o plano da Rússia para a Síria foi adiado.

Segundo o acordo firmado por Estados Unidos e Rússia, inspetores devem entrar na Síria em novembro para começar o processo de destrução do arsenal e dos equipamentos de produção de armas químicas.

Todo o arsenal sírio deve ser removido ou destruído até meados de 2014. (Com agências internacionais)


Síria entrega dados sobre armas químicas para entidade fiscalizadora

Fonte: UOL