Soldado aponta arma para rosto de Messi e constrange argentino

A embaixada argentina na Arábia Saudita havia solicitado uma escolta especial a Messi

A chegada de Lionel Messi à cidade de Riade, na Arábia Saudita, foi marcada por um grande susto nesta segunda-feira. Escoltado por membros do exército local antes de se apresentar à seleção argentina em um hotel, o camisa 10 teve durante muito tempo uma metralhadora apontada para o seu rosto - em dado momento, o cano da arma ficou colado no pescoço do atleta, que ficou nitidamente assustado com o ocorrido.

A embaixada argentina na Arábia Saudita havia solicitado uma escolta especial a Messi, que chegou a Riade em um voo na companhia de Javier Mascherano, Rodrigo Palacio, Fabián Monzón, Tino Costa e Cristian Alvarez. No entanto, vários fãs se aglomeraram em torno do astro do Barcelona.

Para evitar o contato de fãs, que chegaram a deixar um buquê de flores no rosto de Messi, um dos seguranças resolveu aumentar a escolta ao atleta. No entanto, não se deu conta de que o cano de sua metralhadora AK-47 apontado para o rosto do argentino.

Apesar do susto, Messi se apresentou ao técnico Alejandro Sabella e completou a seleção argentina, que nesta quarta-feira faz um amistoso com a seleção da Arábia Saudita.


Soldado aponta arma para rosto de Messi e constrange argentino

Fonte: Terra