Suécia vai abrir clínica exclusiva para homens vítimas de abuso

A Suécia conta com as maiores taxas de estupro da Europa.

Image title


A Suécia vai ser o primeiro país a contar com uma clínica de atendimento para homens que foram estuprados, de acordo com a BBC.

Segundo a emissora, o espaço será ligado ao South General Hospital, e passa a funcionar a partir de outubro. A instituição já conta com um centro de atendimento para mulheres vítimas de abuso sexual - entre 600 e 700 mulheres são atendidas anualmente.

De acordo com o Conselho Nacional de Prevenção de Crimes do país, cerca de 370 casos de abuso sexual envolvendo homens foram reportados no ano passado. Segundo a RT, a abertura da clínica pretende assegurar igualdade de gênero nos cuidados às vítimas de estupros.

"A percepção geral é de que os homens não podem ser estuprados", afirmou Lotti Helström à uma rádio local, acrescentando que os efeitos pós-traumáticos nos homens que sofrem abusos podem ser mais severos do que nas mulheres.

A Suécia conta com as maiores taxas de estupro da Europa.

"Há mitos sobre a masculinidade que tornam mais difícil, para homens que foram abusados sexualmente, falar sobre suas experiências", afirmou Inger Björklund, porta-voz do hospital ao jornal The Local.

Fonte: Com informações do Brasilpost.com