Suicida queniano dado como morto acorda pouco antes do seu velório

Paul Mutora, de 24 anos, tentou se suicidar, ingerindo inseticida depois de uma briga familiar

O queniano Paul Mutora, de 24 anos, provocou pânico em um hospital local ao acordar no necrotério, um dia depois de ter sido dado como morto após uma tentativa de suicídio, informou a instituição nesta quinta-feira (9).

"O paciente foi salvo justo antes de ser embalsamado", anunciou o diretor do hospital do distrito de Naivasha, doutor Joseph Mburu.

Paul tentou se suicidar, ingerindo inseticida depois de uma briga familiar.

Ao ser transferido para a emergência, ele recebeu um medicamento que diminuiu seu ritmo cardíaco, o que pode "ter induzido a equipe médica ao erro", considerando que estava morto e providenciando sua transferência para o necrotério, acrescentou o médico.

No dia seguinte, a equipe médica ouviu barulhos que pareciam ser do "cadáver" no necrotério e constataram que o homem estava acordado. Os funcionários correram assustados.

"Foi meu erro desde o primeiro momento. Peço perdão", declarou Paul, que ainda se recupera.

Fonte: r7