Suposto ladrão tem mão cortada em praça síria pelo Estado Islâmico

Nas fotos de alta resolução, é possível acompanhar a agonia do homem vendado

O grupo extremista Estado Islâmico divulgou imagens chocantes de membros do grupo cortando a mão de um jovem que foi acusado de roubo na cidade de Raqqa, na Síria. Nas fotos de alta resolução, é possível acompanhar a agonia do homem vendado. As informações são do Daily Mail.

Membros do Estado Islâmico são vistos cortando a mão de um jovem em praça na Síria Foto: Daily Mail / Reprodução

As fotos foram reveladas por um grupo de ativistas “Being Slaughtered Silently”, que denuncia diversos abusos do grupo na cidade, que é considerada como “capital” do Estado Islâmico na Síria. Em uma sequência de quatro fotos, é possível ver o jovem sendo levado para a praça por membros extremistas, tendo as mãos amarradas por panos, sendo obrigado a se sentar em uma cadeira com uma venda nos olhos, e depois agonizando numa maca de metal enquanto um suposto médico cuida da lesão na mão esquerda.

Em uma das imagens, um homem fala ao microfone – o que é sabido se tratar de um discurso de acusação à vítima, que teria “roubado”.  As imagens trazem ainda o distintivo amarelo de propaganda do “Centro de Mídia do Estado Islâmico Al-Hayat”, o que pode revelar se tratar de parte de um futuro vídeo do grupo.

Fonte: TERRA